O Henrique Alves Prates que doou as milhas pra Dani ir visitar a sua família em Maceió, sonha em ajudar o Rone, porteiro do prédio dele. E me escreveu:

"No dia dos nascidos no nordeste, eu tive o prazer de falar com Rone, um cabra da peste;

Rone é um sujeito baiano e me contou que já há alguns anos “tá“ doido pra ter um vídeo-game;

Seu primeiro, quando criança, foi um atari e quem diria, os “moleque da rua” brigavam para ver quem sua visita receberia;

O tempo passou, o vídeo-game quebrou, mas a vontade ficou;

Hoje seu sonho é ganhar um x-box usado, para que ele e sua futura esposa passem a noite “virados”;

Dias desses ofereceram um para ele por R$150,00, mas você não vai acreditar, esse dinheiro ele não teve como arrumar.

Pois em novembro ele casa e o salário de porteiro mal a festa paga,

Para o pai pediu dinheiro emprestado, mas a resposta que ouviu foi; ”você já é adulto e joguinho é coisa do passado”

Se você também acha que o pai dele foi bobo, vamos ajudar esse morador do capão redondo

Alguém aí se habilita? A dar um x-box e, quem sabe, jogar uma partida?"

Será que você conhece alguém, que conhece alguém, que conhece alguém que tenha um x-box pra doar ou vender baratinho?

Eu não tenho um, mas a partida é certa! <3

Mande um email para a Karen Moretti Iabrude <3 karenmoretti@institutoanossajornada.org

Comment